21 Jul

A Hora das Refeições Importa Sim!

A Hora das Refeições Importa Sim!

Costumas cumprir ou saltar a hora das refeições?  Vamos mostrar-te como a hora das refeições importa, e muito!

Vê lá se isto parece-te familiar?

Acordas pela manhã e convences-te de que chegou o dia em que vais conseguir comer menos e começar a emagrecer.

Não costumas ter fome de manhã, por isso aproveitas e saltas o pequeno-almoço.

Vais para o trabalho e, à hora do almoço, começas a sentir fome. Mas, optas por comer uma salada ou uma sandes simples, sem sair da secretária. Felicitas-te pela clara demonstração de força de vontade!

Pelas três ou quatro da tarde, essa força de vontade evapora-se. Sentes-te esfomeada, irritadiça e exausta. E, agora, só te apetece comer alguma coisa que te deixe mais descansada. Talvez possas resolver a situação, numa máquina de venda automática, ou vingas-te num balde de café açucarado.

Tens a perfeita noção de que nenhuma destas opções é a mais saudável, mas, pelo menos dão-te a energia que precisas para o resto do dia.

Ao fim do dia de trabalho, sentes-te esfomeada. É aqui que a situação se torna mais complicada.

Enquanto preparas o jantar, para enganares a fome, comes um aperitivo. Ou no caso de jantares num restaurante, devoras o pão todo antes que chegue o prato que escolheste.

Depois de jantar, não consegues parar de comer apesar de te sentires cheia. Os níveis de glicose e de insulina no sangue disparam, mas sentes vontade de comer algo doce. Pedes uma sobremesa ou continuas a petiscar até ires para a cama.

Infelizmente, a comida ingerida ao fim do dia, altura em que o teu aparelho digestivo prepara-se para o ciclo de repouso, não será digerida.

Isto poderá provocar refluxo ácido, congestão e dores de barriga, o que por sua vez fará com que o teu sono seja menos reparador e acordas a sentir-te cheia da noite anterior. Passar fome na primeira metade do dia e empanturrares-te na segunda, sabota qualquer esforço para emagrecer.

Se já te aconteceu uma situação destas, fica descansada que não estás sozinha. Quase todas as pessoas com excesso de peso têm uma história parecida para contar.

Como reage o nosso corpo

Ao fim da tarde e à noite, o corpo mostra-se muito menos capaz de queimar calorias, açúcares e gorduras.

As pessoas estão convencidas de que não tomar o pequeno-almoço ou não almoçar, permite-lhes guardar calorias para consumir mais tarde, mas isso não é verdade.

O aparelho digestivo tem o seu próprio ritmo. Está pronto para funcionar a partir da manhã e queima calorias com maior eficácia pelo meio-dia. A partir das duas da tarde começa a ficar mais lento.

Comer a refeição mais substancial à noite, provoca uma série de alterações que inviabilizam qualquer tentativa de emagrecer.

Contorna o teu Horário de Trabalho

Se és como a maioria das pessoas, e o teu horário de trabalho condiciona tudo o que fazes desde a hora que acordas, até às horas a que comes. E eventualmente também ao facto de conseguires ter, ou não, um tempinho para fazeres exercício físico.

Possivelmente estás a questionar-te como poderás seguir estes conselhos, por causa do teu horário de trabalho.

Muitas pessoas não têm consciência de que o horário laboral é o principal culpado de alguns problemas de saúde. Como é o caso de problemas digestivos.

Há certos empregos em que se trabalha até tarde. Mas, nesses casos, deixar a última refeição do dia para o momento em que se chega a casa, não é uma opção saudável.

Outros casos ainda, em que a hora de almoço varia devido a reuniões de trabalho… Há que ser cautelosa em qualquer destas situações.

Eis algumas soluções que podes adotar, mesmo quando o horário laboral te lança estes desafios!

  • Se costumas ficar a trabalhar até tarde…

É importante que te levantes cedo e faças exercício físico antes do pequeno-almoço. Depois disso, toma o pequeno-almoço e, faz do almoço uma refeição abundante.

Lá para as seis horas da tarde, troca a secretária por um local sossegado e faz um jantar ligeiro.

Talvez isto implique levares duas refeições de casa para o trabalho, mas, ter alimentos como peças de fruta e legumes preparados no escritório, ajuda-te a fazer uma refeição ligeira ao fim do dia.

Evitas assim adiar o jantar até ao momento em que regressas a casa, se é habitual ficares a trabalhar até tarde. Depois de sair do trabalho, é importante que procures ativamente relaxar e evitar petiscar para que consigas adormecer a horas.

Evita também o uso de tecnologia depois do trabalho e tenta encaixar alguma atividade meditativa na tua agenda!

  • Se a tua hora de almoço varia devido a reuniões…

Se a tua hora de almoço for inevitavelmente variável, tem cuidado com o que comes. Evita hidratos de carbono pesados, assim como alimentos ricos em amido.

Se fores tu a ficar responsável por definir a hora de almoço, por exemplo, ao fazer uma reserva num restaurante, opta por marcar o mais próximo possível do meio-dia.

De qualquer forma, deves sempre seguir o resto do horário preestabelecido, incluindo a hora de ir para a cama e de fazer exercício físico.

  • Se trabalhas no turno da noite…

O erro mais comum que as pessoas cometem quando trabalham por turnos, é comerem à noite para se manterem acordadas. Comem o pequeno-almoço simulado no fim do turno, fazem uma sesta e passam o dia a comer.

Em vez de fazeres isto, é importante jejuar o máximo de tempo possível durante a noite. Podes beber chá verde com açúcar se precisares de ajuda para te manteres acordada. Ao chegar a casa de madrugada, começa por dormir enquanto ainda estiver escuro. Faz exercício físico e só depois deves comer.

A hora das refeições é o elo que falta para conseguires emagrecer e teres uma ótima saúde.

Poderás ainda normalizar o teu peso sem seres obrigada a seguir dietas restritivas. Mas também é importante comer os alimentos necessários a qualquer ser humano, isto é, alimentos saudáveis e nutritivos.

A comida de plástico e os alimentos processados não são uma boa opção. Será mais fácil resistires a estas opções pouco saudáveis, se implementares um horário benéfico para as tuas refeições!

E tu? Identificas-te com alguma situação?

A Reborn4life tem excelentes profissionais de Coaching que te podem acompanhar em variadíssimos processos.

Toma a decisão certa e não hesites em contactar-nos!

Partilha com um amigo e deixa nos comentários, aqui em baixo, a tua opinião sobre este assunto!

Segue-nos nas redes sociais FacebookInstagram, LinkedIn e Twitter. Aproveita e subscreve o nosso canal do YouTube e fique a par das nossas novidades!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *