03 Mai

Hábitos de Sucesso, a quanto obrigas…

Hábitos de Sucesso, a quanto obrigas...

És aquele tipo de pessoa resignada com a vida que te calhou? Ou és daqueles que vai à procura de algo melhor? Pois bem, este artigo servirá de guia de apoio se pertences ao segundo grupo e mostrar-te que podes ser algo mais, se pertences à 1ª opção.

Já te perguntaste: “Como é que pessoas que vieram de meios humildes e muitas vezes, com passados adversos, como é o caso do nosso Cristiano Ronaldo e da Oprah Winfrey, e mesmo assim conseguiram atingir o sucesso?”. Já sei, achas que eles são sortudos e que talvez tenham encontrado o génio da lâmpada mágica ou a galinha dos ovos de ouro!

Bem, então se não é sorte nem génios ou galináceos mágicos, o que será então?

Eu diria que a transformação para hábitos de sucesso, podem ter alguma coisa a ver com tudo isto. Calma! Vou explicar melhor. Já reparaste que a maior parte do nosso dia, andamos em piloto automático? Efetuamos hábitos totalmente enraizados que agimos sem sequer pensar neles. Eis alguns exemplos: 

  • Conduzir de manhã para o teu emprego: Quantas vezes fizeste esse trajeto sem pensar na forma de como chegaste ao teu destino? Lembras-te de como foi difícil coordenar, embraiagem com acelerador, travão e mudanças? Passado algum tempo de fazeres esses movimentos repetidamente entramos no dito “piloto automático”.
  • Andar de bicicleta. Antes tínhamos de nos equilibrar e coordenar as pernas a pedalar, hoje nem pensamos nisso.
  • Tocar um instrumento musical? Exatamente a mesma coisa.

Podia ficar aqui o dia todo enumerando situações do nosso dia-a-dia em que as fazemos em piloto automático. E de certeza que também já te passou várias situações pela mente, por isso, avancemos.

“NÓS SOMOS AQUILO QUE FAZEMOS REPETIDAMENTE. EXCELÊNCIA, PORTANTO, NÃO É UM ATO, MAS SIM UM HÁBITO.”

Filósofo Aristóteles

Pegando no exemplo do nosso querido Cristiano Ronaldo, o seu sucesso não é nada mais, nem nada menos, que repetição de hábitos que o levaram a ser o melhor do mundo.

Então, como nasce um hábito?

Não é decerto uma tarefa fácil. Mudar um mau hábito torna a tarefa ainda mais desafiadora. Mas já te questionaste como se forma um hábito na nossa mente? Tudo começa após o nosso nascimento. Primeiro somos condicionados por parte da nossa genética, depois pelos responsáveis pela nossa educação, pela cultura em que vivemos e até pela zona geográfica em que vivemos.

Todos estes “inputs” ficam armazenados no nosso subconsciente. Um hábito nasce através de ideias ou comportamentos, que nos são transmitidas com determinada frequência até que se torna num comportamento automático.

Mas o maravilhoso é que a dada altura, desenvolvemos ferramentas fundamentais como é o caso da intelectualidade e a lógica, e é-nos dada a oportunidade de escolher aquilo que realmente é bom para nós. Parece fácil, não é verdade? Decido que um determinado hábito não é bom para mim e simplesmente deixo de o fazer… Infelizmente não funciona desta forma tão simples.

Crenças Limitadoras

Existem fatores que dificultam essa mudança, chamam-se Crenças Limitadoras. Vou-te dar alguns exemplos deste tipo de crenças:

  • Não nasci rico logo nunca serei rico;
  • Não sou inteligente o suficiente para ir para a Universidade;
  • Nunca serei um bom pai;
  • Felicidade é para quem tem dinheiro;
  • Jamais vou conseguir emagrecer;
  • Entre outras…

As nossas ações são influenciadas pelo nosso subconsciente e não pelo pensamento racional e consciente.

Por exemplo:

Estás acima do teu peso ideal, sabes que se comeres sozinho uma pizza inteira não vai contribuir para perderes os quilos que necessitas e que estás a prejudicar a tua saúde, no entanto optas por esse  hábito enraizado que é: comeres esse tipo de alimentos calóricos.

Calma! Não é fácil, mas não é impossível.

Para saberes mais sobre como mudar hábitos, podes ver o nosso artigo “Mindset: o que é?! Quais os tipos?! Como posso desenvolver o meu?!”

O que fazer então? Por onde começar?

Mudar de hábitos nocivos à nossa saúde são, como falámos anteriormente, ainda mais difíceis, pois mexem com diversas situações, incluindo as nossas emoções.

Primeiro tens de encontrar um propósito, um porquê só posteriormente poderás efetuar as mudanças necessárias. 

Algumas pessoas deixarão de fumar porque receberam um diagnóstico médico nada favorável, outras efetuarão a mesma mudança porque se cansaram de ver os seus dentes amarelos. Cada um de nós um dia terá um “insight” ou um momento de clareza que o irá impulsionar à decisão da uma mudança de hábitos.

Ah ok, perguntas tu…. Então basta querermos?

Sim. Ajuda, mas não é tudo.

Em alguns casos, a pessoa até começa a mudar hábitos, mas no primeiro obstáculo acaba por desistir e vem a frustração.

Falta a força de vontade e a persistência, que são o impulso à ação para a mudança. Para atingir objetivos a longo prazo é necessário consistência.

Vejamos o que o autor Charles Duhigg refere no seu livro “O Poder do Hábito”. O autor aponta 3 elementos básicos que formam um hábito, são eles: 

  1. Gatilhos – São os responsáveis por desencadear toda a ação. Aquele momento em que decidimos que está na hora de fazer a mudança, ou seja, um estado de consciência para a ação.
  2. Rotina – É a repetição do hábito em si.
  3. Recompensa – É o maior motivador da aquisição de um novo hábito. É exatamente através da recompensa que se torna tão difícil mudar os maus hábitos. Se estamos a sentir-nos tristes, e necessitamos de uma dose de serotonina, o que é mais fácil: comer um doce ou 1 hora de exercício físico?

É por esta razão que se torna tão importante entendermos este processo e percebermos que a mudança concretiza-se pela rotina e não através dos gatilhos e das recompensas.

este artigo também!

Não te esqueças de visitar as nossas redes sociais FacebookInstagram e Twitter, todos as semanas publicamos frases motivacionais que te irão ajudar e inspirar! Fica a par de todas as novidades no nosso canal do YouTube.

Telma Pinela
Sou a Telma, uma mulher de meia idade, mãe de uma adolescente à descoberta da vida, gosto de artes e música, dificilmente me encontrarão calada, onde estou sou a alma da festa. Adoro conhecer pessoas, partilhar experiências e encanta-me todo o potencial que o ser humano tem.As ideias e a criatividade sempre fizeram parte da minha vida, mas foi há 10 anos a esta parte que tudo começou, quando voltei à faculdade e iniciei um novo processo de aprendizagem.Completei o Mestrado em Educação Social com a especialização em envelhecimento ativo. Há 7 anos iniciei esta carreira profissional que me apaixona tanto na área dos idosos.Depois de começar a trabalhar com pessoas em final de vida, coisa impensável há 10 anos, pude constatar que realmente as estatísticas estavam corretas, de facto vivemos até mais tarde, mas como iremos chegar lá? Como será a nossa saúde e vitalidade?Todas estas perguntas fizeram nascer um projeto de Mestrado com o nome de Projeto (In)Forme-se. Pretendia-se responder à questão de partida. “Poderão as estratégias utilizadas neste projeto, contribuir para o aumento da Literacia e com isto contribuir para um envelhecimento saudável?” O Projeto trabalhou questões importantes sobre temas escolhidos pelos inquiridos, e essencialmente foi dedicado à promoção da saúde.Revisando a literatura, encontrei referência a uma profissão de “Health Coach” que desconhecia. Estava traçado mais um caminho. Após investigar, do que se tratava um Health coach, entendi que era isto que queria ser nos próximos anos. Procurei cursos na internet e encontrei a Certificação ministrada pela Floriane e a Danielle em Health and Wellness Coaching.O curso foi muito intenso, a Flor e a Danielle, seres fantásticos e excelentes profissionais, transformaram a nossa certificação em momentos maravilhosos de conhecimento interno.  (Não contem a ninguém, mas fui a chorona do grupo, eheheh)Quando terminei a certificação, a minha cabeça já borbulhava ansiosa por um novo projeto e foi aí que surgiu a ideia da REBORN4LIFE. Construir um espaço onde pessoas que querem melhorar os seus estilos de vida e ganhar mais saúde, possam encontrar os seus pares e adquirir conhecimento científico sobre assuntos saúde e bem-estar.Certificações:Licenciatura em Educação Social Mestrado em Educação social Gestão e Coordenação da Formação - 150h E-formador – Nível Avançado - 50h Certificação Health & Wellness Coaching - Portugal _3ª Ed - 125h Curso Intensivo em Psicogerontologia - 32h Organização de eventos nacionais e internacionais - 25h Cuidados de Higiene, Conforto e Eliminação - 14h Gestão do Tempo - 4h Oficina de Percursos Estéticos: Abordagens Originais sobre o Teatro do Oprimido Com Bárbara Santos Formação Pedagógica Inicial de Formadores B-Learning - 90h Prestação de cuidados a pessoas com dependência total - 7h Organização do Trabalho e Gestão do Tempo - 7h Primeiros Socorros Geriátrico - 7h Estágio nacional Algarve Marcial em Associação de Defesa Pessoal do Algarve Workshop Formação do Ator Com Lídia Franco Trainning in Project It's Up TO You(th)! em Horyzonty - Polónia Animação cultural - 50h Cuidados corporais - massagem integral - 50h em Profi Concept Técnicas de massagem - manobras, execução e efeitos - 50h Perfil e potencial do empreendedor – diagnóstico/ desenvolvimento - 25h Ideias e oportunidades de negócio - 50h Workshop de Reflexologia Workshop de Posturas Corretas Workshop de Diatética Chinesa Workshop de Massagem na Gravidez Workshop de Massagem na Criança Curso Refletir sobre problemas na contemporaneidade: Mediação e Filosofia aplicada á Educação Social -18h Instrutor Nacional de Kickboxing

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *